21 de jul de 2009


RELATÓRIO ANUAL 2008 DA KINDERNOTHILFE

Já está disponível para download o relatório anual da KNH 2008, ele apresenta nosso trabalho no mundo em 2008, reunindo um conjunto de informações sobre os projetos, os informes financeiros dá transparências aos doadores!!!

Leiam e divulguem!!! http://br.kindernothilfe.org/


Jornal dos Jovens Jornalistas fala sobre o Seminário do Fórum Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente

A participação de jovens protagonistas em seminário tem surtido muito efeito. Dois jovens da instituição SERPAF – Serviço de Promoção ao Menor e a Família de Sete Lagoas/MG participaram de “I Encontro de Adolescentes” realizado pelo Fórum Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente em Brasília-DF, através da parceria com a KNH Brasil juntamente com a coordenadora Andréia Barreto. Estes jovens lançaram o jornal com informações sobre o I Encontro de Adolescentes que fala da participação infantil em 1º foco, entrevistas ping pong, conquistas e desafios. Já se encontra disponível a matéria dos Jovens Jornalistas sobre o evento realizada em Brasília.
Acesse o link:
http://www.scribd.com/doc/17390538/JornalEncontro-de-Adolescentes-Do-Forum-Nacional

Oficina Sobre Investimento Na Infância

A KNH Brasil, através do escritório regional SECO, foi convidada pela Visão Mundial para a I oficina sobre Investimento na Infância, realizada no Recife, de 8 a 10 de julho do presente ano.
Esta oficina contou com o apoio da Save The Children Suécia e teve como facilitador Jorge Oroza assessor regional dessa organização no Perú. Os objetivos principais foram promover um aprofundamento sobre o tema do investimento na infância, a troca de experiência de organizações que trabalham com o tema no Brasil e a discussão sobre estratégias comuns para o Monitoramento e a Incidência Política na área da Infância. A participação dos adolescentes foi marcante durante todo o evento, e representando a KNH, Mariana Teixeira, do projeto Jovens Jornalistas, SERPAF, mostrou o quanto temos avançado no tema e no apoio aos jovens.
Fonte: KNH Brasil/SERPAF
Viva o Estatuto.
Mas, você conhece?


São anos de uma caminhada que já chegou à idade adulta, mais ainda temos muito que trabalhar para ver esse documento sendo plenamente usado, divulgado, instrumento para assegurar o futuro de todas nossas crianças e adolescentes. Mas o que é, para que serve, para qual destino existe esse conjunto de leis que chamamos de Estatuto da Criança e do Adolescente? Bom, vamos voltar um pouco no tempo para contar essa história. As escolas e seus educadores devem conhecer essa legislação. A sociedade deve conhecer. A mídia, eu, você, todos nós. Assim como os órgãos de apoio presentes na comunidade, como é o caso dos chamados Conselhos Tutelares, que são aquelas entidades públicas presentes obrigatoriamente em cada município e formadas por conselheiros da comunidade. Comemore também este dia tão especial para nossas crianças e adolescentes!!! Chame as crianças, adolescentes, famílias e comunidade do seu município e faça uma grande festa em comemoração a este documento que garante todos os direitos das crianças e adolescentes no Brasil.
Texto Blog Gira mundo – Adaptação: Roberto Gomes Cardoso
Presid. CEDEDICA-VALE
Lançamento da Cartilha apresenta direitos humanos para público infanto-juvenil

O Ministério da Educação e a Secretaria Especial de Direitos Humanos (SEDH) lançaram em Brasília, a cartilha Direitos Humanos feita pelo cartunista Ziraldo. A cartilha tem 32 páginas ilustradas em cores e como personagem principal o Menino Maluquinho. A idéia é utilizar o personagem Menino Maluquinho para mostrar aos jovens os 30 artigos da Declaração Universal dos Direitos Humanos. O objetivo é levar a cartilha a todas as escolas do país como forma de ampliar o acesso a informações básicas de direitos e cidadania. Para Ziraldo, “apenas a educação fará com que o Brasil consiga superar o analfabetismo e tenha uma população consciente de seus direitos. Não podemos mais deixar crianças sem ler. A forma mais importante de direito das crianças é saber ler e escrever”, disse o cartunista. A cartilha terá tiragem inicial de 40 mil exemplares e será voltada para o público infanto-juvenil, ela também pode ser baixada pelo link abaixo:
http://www.mj.gov.br/sedh/documentos/CartilhaZiraldo.pdf
Fonte: Secretaria Estadual dos Direitos Humanos/Ministério da Justiça

19 anos do Estatuto da Criança e do Adolescente é comemorado em MG

O dia 13 de julho foi marcado pelo aniversário de 19 anos do Estatuto da Criança e do Adolescente. Este dia foi comemorado em todo o pais, e em Minas Gerais foi realizado uma audiência pública para discutir sobre os avanços e os desafios do ECA realizada na Assembléia Legislativa de Minas Gerais. A proposta inicial da discussão foi a redução da maioridade penal que está em tramitação no Congresso Nacional. Para os defensores do Estatuto este assunto está em questão e ainda será debatido em conferências nacional. Ainda faltam muitos progressos para garantir a proteção integral de crianças e adolescentes no país, como por exemplo, a efetivação de políticas públicas de proteção a criança e ao adolescente, a aplicação das medidas socioeducativas para aqueles que são adolescentes em conflito com a lei entre outras. No ano em que o ECA completa 19 anos a discussão da redução da Maioridade penal está a todo vapor no senado, lamentavelmente, o senso comum e a mídia fomentam e conduzem um olhar generalizado e redutocionista, conferindo a esses meninos e meninas, em situação social tão frágil, o “titulo”de delinquência juvenil. As próprias estatísticas desmentem o que tanto se divulga: menos de 8% dos ilícitos no Brasil foram praticados por adolescentes.

Fortalecimento e ampliação da legislação e das políticas de direitos de crianças e adolescentes


O projeto Criança e Adolescente: Prioridade no Parlamento acaba de lançar o seu primeiro boletim impresso. Em sua primeira edição, o boletim discute a redução da maioridade penal, assunto polêmico que envolve medidas em tramitação no Congresso Nacional e opiniões de especialistas na garantia e defesa dos direitos de meninos e meninas. O material é composto por artigos que apontam argumentos consistentes contrários à redução da maioridade penal, bem como a opinião dos parceiros estratégicos do projeto a respeito do tema e um mapa com as principais medidas em tramitação na Câmara dos Deputados e no Senado Federal que tentam alterar a idade penal. O objetivo do boletim é provocar uma discussão contextualizada acerca do tema, tentando evitar, assim, o retrocesso na garantia dos direitos dessa parcela da população que é, comprovadamente, mais vítima do que agente de violência no Brasil.
Fonte: INESC - Instituto de Estudos Socioeconomicos

Portal Pró-Menino lança hotsite “Todos pelo ECA”


O Portal Pró-Menino lança hotsite de informação ampla do Estatuto da Criança e do Adolescente e convida a todos, a apoiar esta divulgação. As informações estão com linguagem simples, no site você vai encontrar as principais informações sobre o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), instrumento legal criado em 1990 que garante proteção integral ao público infanto-juvenil. O objetivo é que o maior número de pessoas tome conhecimento dessa lei e compreenda que as crianças e adolescentes são sujeitos de direitos e que precisam ter condições de crescer e se desenvolver plenamente. Você pode fazer parte deste movimento, mas o importante é conhecer os caminhos legais e como funciona a rede de proteção para aplicação da lei.
Fonte: Pró-Menino
Conheça o hotsite e divulgue: http://www.pro-menino.org.br/todospeloeca