"POR QUE O SENHOR ATIROU EM MIM?”: PROTESTO QUESTIONA MORTES DE JOVENS NEGROS NAS PERIFERIAS. :Cooperação e Desenvolvimento pela Infância e Juventude

13 de nov de 2013

"POR QUE O SENHOR ATIROU EM MIM?”: PROTESTO QUESTIONA MORTES DE JOVENS NEGROS NAS PERIFERIAS.

“Por que o senhor atirou em mim?”, última frase dita por Douglas Rodrigues, antes de morrer, vitima de um tiro disparado por um policial militar, na Vila Medeiros, na Zona Norte de São Paulo. É o fio condutor da manifestação contra a violência policial, que, tem cor e endereço.

Douglas Rodrigues. 
Quantos Douglas morrem diariamente pelas regiões metropolitanas, periféricas, aglomerados e comunidades,Brasil a fora? De acordo com levantamento do Centro Brasileiro de Estudos Latino-Americanos e pela Faculdade Latino-Americana de Ciências Sociais – FLACSO Brasil, entre 2002 e 2010, morreram 159.543 jovens negros vitimas de homicídios, contra 70.725 jovens brancos.  

Ato marcado para hoje, na Vila Sabrina, Zona Norte de São Paulo, pedi o fim da violência policial, contra jovens negros.  Mais de 1,3 mil pessoas confirmaram presença no evento, criado no Facebook.


A campanha conta com o apoio dos rappers, Dexter, Emicida, Flora Matos, GOG, Max BO, entre outros. Eles gravaram um vídeo onde perguntam: “por que o senhor atirou em mim?”





Confira o texto de divulgação do protesto:

“Por que o senhor atirou em mim?”, foi o que disse Douglas Rodrigues ao ser atingido no peito pela bala de um policial.

Disfarçada de acidente, a violência policial é dirigida. Tem cor e endereço, assim como Douglas, são jovens negros e de periferias.

Em 2010, no Brasil 49.932 pessoas foram vítimas de homicídio –> 70,6% delas eram negras.
Só na cidade de São Paulo, 624 jovens foram vítimas de homicídio em 2011 –> 57% eram negros.

Parece que em São Paulo, ser pobre, negro e morador de periferia é crime punido com pena de morte. Mas…. o Brasil não tem pena de morte e mesmo assim só a PM de SP mata mais do que a dos EUA.

A Polícia Militar obedece a um comando, que obedece a um Secretário que é subordinado a um Governador. Quem vai responder por tantos mortos?

Por que o senhor atirou em mim? Por que os senhores atiram em nós?

Ato:
Quando: Quarta-feira, 13.11 às 18h (saída do ato às 19h)

Onde: EE Professor Victor dos Santos Cunha – Rua João Simão de Castro, 280 na Vila Sabrina/Zona Norte

Nenhum comentário: