CENTRO DE INTEGRAÇÃO MARTINHO :Cooperação e Desenvolvimento pela Infância e Juventude

29 de jul de 2013

CENTRO DE INTEGRAÇÃO MARTINHO

O CIM 

O Centro de Integração Martim CIM, parceiro KNHBrasil desde 1999, é uma ação social da Instituição Beneficente Martim Lutero- IBML, fundada na década de 1990 pelo Pastor da Comunidade Evangélica de Confissão Luterana em Belo Horizonte – CECLBH.  

Essa ação deu início ao projeto Oficina de Esperança, que acolheu crianças e adolescentes do Aglomerado da Serra no Salão da Igreja, ministrando atividades lúdicas, apoio pedagógico, refeições, a fim de apoiar a melhoria das condições de vida dos moradores do Aglomerado.

O CIM nasce em 1996, após o Centro Comunitário CECLBH, adquirir um barracão no Aglomerado da Serra, transferindo para dentro do Aglomerado, o Projeto Oficina de Esperança e algumas outras oficinas, de Arte e Educação para crianças e adolescentes. Já que, a procura pelas atividades crescia a cada dia, tornando impossível mantê-las no espaço da Igreja.

Meses depois dirigentes do CIM receberam da Associação de Moradores da Vila Nossa Senhora de Fátima – Vila Fátima - a sede da Associação, que estava desativada, assim, dando inicio ao processo de expansão do CIM dentro do Aglomerado da Serra.



O AGLOMERADO DA SERRA - UMA BREVE CONTEXTUALIZAÇÃO HISTÓRICA

Belo Horizonte é uma das primeiras cidades planejadas do Brasil, possui cerca de 335km² de superfície e 2.375.444 habitantes, segundo o censo de 2010, e de acordo com a prefeitura, estima-se que 13% da população, vivem em favelas.

O Aglomerado da Serra nasce a partir do processo de expansão da nova Capital das Minas Gerais no começo do século XX, de acordo com moradores mais antigos, o processo de surgimento do aglomerado data do ano de 1916, quando surgiu a Vila Nossa Senhora Aparecida. Foram construídos alguns barracões, logo após a inauguração do Quartel do 1º Batalhão de Polícia Militar No Bairro Santa Efigênia (Silva; Souza, 2002). 

Vista Parcial do Aglomerado da Serra. 
Há divergências sobre o surgimento do Aglomerado. De acordo com a Companhia Urbanizadora e de Habitação de Belo Horizonte – URBEL, o aglomerado começou a se formar há cerca de 60 anos, sendo a Vila Aparecida a mais antiga com 61 anos e o Novo são Lucas a de ocupação mais recente 30 anos.

Oito vilas compõem o Aglomerado da Serra - Vila Cafezal, Vila Novo São Lucas, Vila Fazendinha, Vila Nossa Senhora Aparecida, Vila Marçola, Vila Nossa Senhora da Conceição e Vila Nossa Senhora de Fátima, e, de acordo com a URBEL estima-se cerca de 50 mil moradores vivem em todo aglomerado.



UM SONHO EM CONSTRUÇÃO.

Planta do Projeto Arquitetônico CIM


No ano de 2005, a Instituição Beneficente Martim Lutero adquiriu da Associação dos Moradores da Vila Fátima, o prédio onde se localiza o CIM. Como proprietária do imóvel, a entidade passou a procurar parcerias para melhorar o espaço físico. 

O apoio veio em outubro de 2006, com a colaboração da Associação Corpo Cidadão, do Grupo Gerdau, da Faculdade de Arquitetura da UFMG e de jovens voluntários, moradores do Aglomerado da Serra.

A realidade é que o prédio do CIM não foi planejado para abrigar as atividades educacionais que aconteciam em seu interior e foi sendo lentamente adaptado para tal. Quando o espaço que hoje é o CIM, foi cedido pelos moradores em um comodato de vinte anos, o imóvel possuía apenas um piso, com sala, cozinha e banheiro.
Projeto criado pela Lapertosa e Figueiredo

A precariedade do espaço físico tem sido um fator limitante, tanto para a melhoria na qualidade do trabalho desenvolvido quanto para a expansão das atividades. As instalações atuais correspondem ao mínimo necessário para que as ações ocorram, mas apresentam limitações que causam uma série de transtornos para educandos, educadores, coordenadores e parceiros.

O espaço físico atual limita-se a capacidade mínima necessária de atendimento adequado a comunidade do Aglomerado da Serra. Com frequência diversas instituições do Aglomerado – Igrejas, posto de saúde, escolas, entre outros - procuram o CIM com pedidos de uso do espaço, nas condições atuais, torna-se impossível ceder o que é uma pena, pois seria esse um meio de difundir ainda mais, entre os moradores, as iniciativas do CIM.

O projeto arquitetônico, que define os espaços necessários das salas, auditório, escritórios, cozinha, refeitório etc, nasceu de inúmeras conversas entre Educadores que trabalharam por meio de oficinas, ideias do espaço ideal juntamente com os educandos, teve também a participação de familiares e demais pessoas da comunidade.

Paralelamente a esse processo, membros do Conselho Deliberativo da IBML se mobilizaram com o intuito de recrutar pessoas da área de arquitetura que dispusessem a elaborar o projeto arquitetônico de forma voluntária. À empresa Lapertosa & Figueiredo, contribuiu com o projeto arquitetônico. No ano de 2006 a KNHBrasil firmou parceria com o projeto, e desde então, vem se empenhando na concretização do  novo espaço do IBML. 
 
O espaço é destinado atender crianças, adolescentes de 15 a 18 anos, segundo pesquisas realizadas pela IBML com apoio da KNHBrasil, essa faixa etária constitui de maior risco de vulnerabilidade dentro do aglomerado  e suas famílias,

É importante resaltar, que o projeto arquitetônico está em execução. E em breve será entregue aos moradores do Aglomerado da Serra.

Nenhum comentário: