"EU MORO NA AVENIDA ÁLVARES CABRAL, NUMA MANSÃO DE PAPELÃO, NÚMERO 3ªA":Cooperação e Desenvolvimento pela Infância e Juventude

19 de jul de 2013

"EU MORO NA AVENIDA ÁLVARES CABRAL, NUMA MANSÃO DE PAPELÃO, NÚMERO 3ªA"



Dona Lúcia é uma moradora de Rua da Cidade de Belo Horizonte, com 52 anos, que após perder a sua mãe, não consegui retomar o rumo da sua vida. Se vê moradora de um albergue depois de conhecer a rejeição, e passa ali, ter contato com as drogas.

Se orgulha de dizer que mora no segundo metro quadrado mais rico da cidade, “Eu moro na Avenida Álvares Cabral, numa Mansão de papelão, número 3ª A”. Dona Lúcia passa a sentir na pele o preconceito que existe contra os moradores de rua, diz não se sentir solitária, pois tem a companhia de seus cães. 

Corta letrinhas no papelão para vender, e apesar de todas as dificuldades, Lúcia não perde o desejo de aprender, conhecer e principalmente, viver.

Lúcia - (Vídeo) Apresentação na EXPOUNA 2012 from ArkCyD on Vimeo.


O documentário é trabalho de conclusão de semestre dos alunos do curso de Cinema do Centro Universitário UMA.

Nenhum comentário: